BRPG – Brassagem com Recirculação Permanente por Gravidade (RIMS)

Já fizeram e bem feito. Mas, como me sinto bem criando meu entorno, a fim de transformar o que já tinha em algo mais próximo do que almejava, recriei minha cozinha de brassagens. Antes usava três panelas com uma configuração padrão por gravidade, agora enfiei uma panela dentro da outra, duas por enquanto, a outra continua fora…

Gravei um vídeo como registro, ele mostra a primeira brassagem (teste) feita com a modificação bem radical do meu equipamento. Troquei o sistema de três panelas separadas (Caldeira, Mostura e Fervura) por este também de três panelas, mas a de mostura fica dentro da fervura. Meu objetivo era a recirculação permanente do mosto para manter a temperatura mais controlada e evitar o trabalho cansativo e menos eficiente da colher quando produzimos semanalmente e o tempo não chega pra tudo. (mais…)

Aprenda a fazer tua cerveja, em casa.

Aprenda a fazer tua cerveja, em casa.

Ensinar a fazer cerveja em casa, essa é a minha proposta. Assim, da forma mais descomplicada possível. Esqueça apostilas, sala de aula, planos pedagógicos, teorias avançadas… a ideia é aprender o básico, estudando e principalmente, fazendo.

Depois você pode estudar mais, pesquisar e aprender muito sobre o universo cervejeiro. Faça isso, claro, mas será ainda melhor se você já estiver bebendo a própria cerveja. A ideia está baseada na práxis, onde se aprende algo com um breve estudo, aplica-se e do resultado prático encontramos novos objetos, novas informações para evoluir através do estudo. Este ciclo nos leva a cada vez mais conhecimento e compreensão do que estamos fazendo. (mais…)

Moinho de discos – Motorização

Resolvi motorizar meu moinho de malte, mas não queria um sistema móvel nem muito rápido como o das furadeiras. A partir de um motor antigo de impressora, das grandes, com 12V e 5A, me preparei para o desafio de produzir um equipamento barato, com reciclagens, em casa… A saga registrei em vídeos, não as produções, mas cada finalização.

Os vídeos que registrei o desenvolvimento da motorização estão no meu canal do youtube.

Moinho de malte motorização caseira, funcionando.

Tecnologia de grosso modo – 06 – Decantação e Maturação

Artigo em desenvolvimento

Após a fermentação primária do mosto, precisamos diminuir a quantidade de fermento em suspensão na cerveja, para melhorar entre outros aspectos, o sabor.

Decantação

Decantar a cerveja é deixar ela parada por um tempo, alguns dias, depois de terminada a fermentação, para que a maior parte do fermento se deposite no fundo e a cerveja fique mais clara e livre do gosto forte do fermento. É mais importante consoante mais leve ou clara for a cerveja. Há aqui um cuidado importante. Se, durante a decantação, por ser esta a temperatura ainda alta, muito fermento permanecer depositado no fundo do decantador, o gosto do fermento pode permanecer na cerveja através da autólise. Então, se você optou por não maturar em temperaturas baixas que geralmente estão a menos do que 4 graus, tente expurgar bem o fermento na decantação, ou encurtar o período. As decantações com fermento de boa floculação são geralmente suficientes em três ou quatro dias após o final da atenuação.
Outro detalhe importante é para o caso de fermentos de baixa floculação. Nesse caso a decantação sem maturação pode não limpar muito a cerveja.

Maturação

Como vinhos, quando melhor envelhecida a cerveja, mais saborosa. Apenas devemos lembrar que, como os vinhos, as cervejas não tem vida eterna. Sua cerveja tem um momento ideal para ser consumida. Em geral, cervejas mais alcoólicas e complexas precisam de mais tempo de maturação. Essa etapa pode ser excluída, mas, se você puder fazer isso trará características mais limpas ao produto final.

Tecnologia de grosso modo – 05 – Fermentação

Artigo em desenvolvimento…

Chegou a hora de fermentar o mosto e finalmente ter o que chamamos de cerveja, esse líquido com gás e álcool proveniente de um cereal malteado. Essa etapa é a mais importante por um primeiro motivo, se o mosto não fermenta, não gera álcool e gás. Sem álcool e gás gerado pela fermentação, mosto é mosto, suco é suco e água colorida e aromatizada com gás e álcool é aquele negócio industrial que vendem associado a bundas, cabeças vazias e frases fáceis. Então vamos nos concentrar no processo de fermentação de grosso modo, que produz basicamente cervejas de calor, descrita nos artigos 1 e 2 deste blog.

  1. Aeração
  2. Inoculação
  3. Fermentação
  4. Expurgo do fermento

(mais…)