Artigo em desenvolvimento

Após a fermentação primária do mosto, precisamos diminuir a quantidade de fermento em suspensão na cerveja, para melhorar entre outros aspectos, o sabor.

Decantação

Decantar a cerveja é deixar ela parada por um tempo, alguns dias, depois de terminada a fermentação, para que a maior parte do fermento se deposite no fundo e a cerveja fique mais clara e livre do gosto forte do fermento. É mais importante consoante mais leve ou clara for a cerveja. Há aqui um cuidado importante. Se, durante a decantação, por ser esta a temperatura ainda alta, muito fermento permanecer depositado no fundo do decantador, o gosto do fermento pode permanecer na cerveja através da autólise. Então, se você optou por não maturar em temperaturas baixas que geralmente estão a menos do que 4 graus, tente expurgar bem o fermento na decantação, ou encurtar o período. As decantações com fermento de boa floculação são geralmente suficientes em três ou quatro dias após o final da atenuação.
Outro detalhe importante é para o caso de fermentos de baixa floculação. Nesse caso a decantação sem maturação pode não limpar muito a cerveja.

Maturação

Como vinhos, quando melhor envelhecida a cerveja, mais saborosa. Apenas devemos lembrar que, como os vinhos, as cervejas não tem vida eterna. Sua cerveja tem um momento ideal para ser consumida. Em geral, cervejas mais alcoólicas e complexas precisam de mais tempo de maturação. Essa etapa pode ser excluída, mas, se você puder fazer isso trará características mais limpas ao produto final.