Um teste antes da pasteurização dessa Dubbel.

Acabei de alterar o sistema de resfriamento do mosto, algo simples mas que já comprovei ser mesmo eficaz em levas antigas. Ocorre que ao final da fervura, caso queiramos lupulagens de sabor e aroma bem feitas, precisamos fazer com que o mosto saia dos seus 100 graus para abaixo de 30 em minutos. Fazer isso em casa é obra. Já fiz isso em bem pouco tempo e dá certo. Mas, como minhas panelas cresceram, não conseguia mais esse feito. Mudei sem saber que não precisaria de mais do que um mísero engate de mangueira. Agora terei também um resfriamento com água gelada, reduzindo o tempo de resfriamento, e ela estará na caldeira da água quente, coisa bruta.

Ou seja, para o que interessa:
Em breve estarei mais apto a fazer cervejas claras, leves e bem aromáticas, no estilo das Lagers mas ainda Ales.

Também instalei um novo fermentador. Nada de fundo cônico 60 graus hipultraohpuxavida e sim… uma ‘pipa’ fermentadora! Porque definitivamente sou meio contracorrente… (arranquei a porta da geladeira -olha ela ali atrás da taça- fiz uma caixa com placas de isopor e enfiei lá dentro um maturador pipa também).

Saúde!

Loja real na internet