Um momento delicado dessa feitura de cerveja. O primming é o método que escolhi para adicionar gás a minha cerveja. O que uso é o açúcar invertido e o cálculo não é tão preciso. Por isso na hora de engarrafar deixo um poquinho a mais de câmara de ar ali pelo gargalo. Apesar das garrafas que uso serem para 600ml, encho com uns 590ml. Essa margem é mais uma segurança para evitar a supercarbonatação.
Não estou pasteurizando mais a cerveja, ou seja, vendo ela viva. Ocorre que a pasteurização caseira é um pouco arriscada, as garrafas explorem com facilidade. Por enquanto só vou pasteurizar exepcionalmente e quando desenvolver um bom método de priming. É nele que começa um bom preparo pra pasteurizar.