No Pântano do Sul, aqui na ilha, tem sempre alguém fazendo algo gostoso. Nesse caso é o pastel de camarão com ou sem queijo. Só faltou ter cerveja artesanal no bar, porque tive que beber aquilo que vem nas garrafas industriais e que é muito ruim (se pelo menos engarrafassem com honestidade).
Mas o pastel é gostoso e sempre se pode beber suco, caldo de cana, água de côco e tal… aí fui brincar de foto HDR, que são fotos de hiper realidade. Faz-se três ou quatro fotos e um programa une os melhores contrastes de cada uma, dando uma idéia maximizada da realidade. Ou seja, o pastel não tinha tanta cor assim, nem o Massimo e a Irene são pintados a tinta a óleo…
De quebra tem uma foto do futuro Como Bar, de Irene e Massimo, no Pântano do Sul, Florianópolis.