Mesmo sendo o feitor, muitas vezes me admiro com o produto. Essa cerveja aí do copo engarrafei há poucas horas. Como utilizo o processo do primming para gerar gás carbônico através de uma segunda fermentação, agora na garrafa, e isso demora pelo menos dez dias, ela ainda não está bem carbonatada.

Com 7,3% de álcool, seca, a geração de CO2 deve ser baixa e isto porque a atenuação foi bastante alta deixando menos Levedura em suspensão na cerveja. Mas de onde vem minha admiração? Vem da beleza da taça abastecida com um fruto do carinho, portanto mais trabalhoso e não de um negócio feito pela cobiça e temperado pela avareza, portanto economicamente mais lucrativo.